Acomodações Intercâmbio

Homestay ou apartamento?

Qual a melhor acomodação para um intercâmbio?

No meu caso eu escolhi casa de família. Como foi a minha primeira viagem grande e sozinha, escolhi essa opção pra ver o dia a dia deles mesmo, pra me inserir no cotidiano de outro país, outra cultura. E claro, pra ter alguém pra me dar dicas e me ajudar com dúvidas. Pelo que eu vi, em relação aos outros colegas que conheci lá, eu dei muita sorte com a casa.

Como foi a minha experiência com casa de família

Ela foi super atenciosa, super gentil, saiu comigo, fez tours comigo pelo bairro, me mostrou estações de trem e metro e pontos de ônibus, me ensinou muita coisa (política principalmente) e conversamos todos os dias. Nem todas as famílias são assim. Fiquei na casa da Janet e ela tem um cachorro e um gato, ambos amigáveis e calmos.

Não fiquei em apartamento compartilhado, mas conheci diversas pessoas (inclusive brasileiras) que ficaram, então posso dizer pra você o que eu ouvi sobre isso lá! Até fui visitar um.

As famílias são sempre chatas?

Isso é um grande MITO. Ficar em casa de família não significa que será chato ou que não vão te tratar bem. De fato as famílias não tem obrigação de ficar indo atrás do estudante e, pelo que eu ouvi dizer, eles não PODEM fazer algumas coisas (como buscar no aeroporto por exemplo. Não sei a veracidade disso, foi só o que eu ouvi falar). Eu dei muuuuita sorte com a casa em que eu fiquei, pois a moça é extremamente legal! Mas amigos meus e pessoas que conheci na viagem me contavam de suas casas. Algumas muito bagunçadas, outras a host family nem conversava muito, etc. Então eu fiquei numa casa ÓTIMA! Minha host ainda me explicou todas as informações de segurança da casa e fez um tour pela casa comigo.

De qualquer forma, se algo desagradável acontecer, você deve comunicar sua agência e pedir transferência de casa. Até mesmo em casos onde o estudante e a família não se dão bem, isso pode mudar. Claro, nós como estudantes temos que estar abertos a conhecer outra cultura, mas não deixe que sua host family faça algo contra você. Em caso de problemas, comunique bem rápido sua agência. Não é garantido que as famílias vão ser sempre do jeito que a gente espera, mas se você tem vontade de fazer intercâmbio e ter uma host family, não custa tentar né? Se tem receio, avalie bem todas as opções e viaje confiante!

DICA IMPORTANTE: Quando receber o contato da sua família no exterior, já comece a conversar, assim você já começa a entender os hábitos e jeitos daquela família, antes de chegar lá. E também já vai quebrando aquele gelo, certo? 🙂

Comida

CASA DE FAMÍLIA: Achei tudo ótimo e amei a comida que ela faz. Comprei meu pacote com café da manhã e janta inclusos e foi ótimo. Ela fazia de tudo pra me agradar e eu provei várias coisas que eles costumam comer lá. Principalmente comidas frescas do próprio jardim da Janet. Legal, né? Ah e quando você sair pra passear, você pode comer a hora que você quiser, mas é sempre legal manter sua host family informada se você vai comer junto com eles ou não. No meu caso, a minha comida estava sempre na geladeira quando não comíamos juntas.

APARTAMENTO: No apartamento compartilhado existe a opção de cozinhar todos os dias (cozinha compartilhada também) ou comer fora todos os dias. Nesse caso você fica livre para escolher o cardápio.

Dar satisfação do que fará

CASA DE FAMÍLIA: No caso de homestay normalmente é legal você manter um contato com o dono ou dona da casa. Eu não me importo de dar satisfação para a pessoa e avisar onde estou, que horas volto e se vou jantar em casa ou não. Boa comunicação em qualquer língua ajuda no convívio!

APARTAMENTO: Mas em apartamento isso não existe. No máximo você estabelecerá regras junto aos seus companheiros de apartamento. Mas não precisa avisar ninguém do que fará.

Preço

A casa de família geralmente é mais em conta do que o apartamento compartilhado. Normalmente o apartamento sai um pouquinho mais caro. Por exemplo: para onde eu fui (Santa Mônica – Califórnia), ficar em casa de família com duas refeições inclusas saía mais barato do que o apartamento sem refeições.

Estrutura / Organização

CASA DE FAMÍLIA: quando você escolhe ficar na casa de alguém, nunca se sabe ao certo como é essa casa. A não ser que a pessoa te diga. De qualquer forma, a agência sempre informa o que deve ter na casa, por exemplo: wi-fi, quarto (individual ou duplo – depende do que você escolhe), mesa para estudos, guarda roupa ou closet, etc.

Mas esteja disposto a conhecer a rotina e bagunças de outras pessoas, rs. Na minha casa as coisas não eram bagunçadas não, principalmente meu quarto. Cheguei e estava tudo organizadinho. Mas percebi que em um geral muitas casas são, mas os jardins a maioria arrumados.

APARTAMENTO: eu acredito que quando você escolhe apartamento, você já tem uma noção maior de como será o apartamento, porque sabendo o nome do prédio você pode dar uma pesquisada. Mas é bom confirmar com a sua agência como funciona esse processo porque eu não sei exatamente.

Localização / Comunicação

Quando você fecha com agência, ambas opções têm como localização, o local mais próximo da escola. Mas percebi que todos giram numa média de 30 minutos de distância. A comunicação com a host family geralmente é dada de um mês antes da viagem até dias antes. Depende da agência, eu acho. No caso do apartamento eu não sei exatamente como funciona, então é legal conversar com alguém que ficou nesse tipo de acomodação.

Qual dos dois eu prefiro?

Pode ser os dois? Rs! Apesar de eu não ter ficado em apartamento compartilhado, eu visitei o apartamento de uma amiga que conheci lá e eu adorei! Eu diria que, para o primeiro intercâmbio, casa de família foi perfeito! Talvez num segundo já escolha o apartamento!

Mas o conselho que eu dou: feche com agência e pesquise muito! Converse com pessoas que já foram. Escolha o que vá mais de acordo com seu gosto pessoal.

Fechar por conta ou por agência

Já comentei sobre isso no post anterior, mas acho que vale frisar: para primeiras viagens sozinho(a) ou se você não conhece nada nem ninguém no lugar pra onde vai (e mesmo se conhecer né?) CUIDADO. Fechar por conta requer muita pesquisa e cuidado. Em relação a localização, quem é o dono da casa, etc. Claro, também comentei que não precisa sofrer ou fazer dessa escolha algo que te incomode, pois é uma viagem, é pra você se divertir muito! Eu recomendo fechar as viagens por agências. Como já disse também em outro post: uma amiga cotou tudo por fora (ficou mais barato do que na agência) e levou os orçamentos para as agências e acabou obtendo desconto por causa disso.

Espero que esse post ajude você a pensar sobre a sua acomodação para o intercâmbio!

Um beijo!

 

You Might Also Like

Sem comentários

Deixe uma resposta

Comente pelo Facebook